Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Agosto, 2011

Quero deixar uma palavra de apreço a todos os meus amigos e amigas que investiram muitos anos nos seus estudos, muitos trabalham há mais de dez anos em sucessivos contratos para o estado, e que agora ficaram  no desemprego, para que não desanimem…Não se deixem abater!Não se acomodem às palmadinhas nas costas “do não és o único!”, como se isso nos deixasse mais satisfeitos…Não se escondam daqueles que, por invejite ou outra coisa qualquer, se regozijam com o mal dos outros…Ser professor é das profissões mais nobres que existe à face da terra… Se muitos não o conseguem discernir, tenho pena, mas não vamos subjugar a pedagogia à economia e à deterioração social.Não desistam e vão buscar força aos pais que tento labutaram para pagar o curso dos seus filhos!Não desistam…Tantos anos de estudo não pode ter um final na esquina da primeira infelicidade ou do enésimo obstáculo!Sabemos bem que esta profissão já não se faz, como muitos aludem, por falta de opção. Esta profissão é, acima de tudo, feita de vocação!Acreditem no futuro por mais que ele seja incerto…É na incerteza que encontramos a nossa grandeza!

Anúncios

Read Full Post »

É o tempo.

Sempre me questionei se esta coisa do tempo tem alguma razão de ser. Se não é uma jogada psicológica de nos fazer sentir que temos de viver cada segundo ao segundo. Nem entendo que nos façam correr atrás dos dias, olhando o céu, num gesto tão frequente quanto escusado. Se chove, damos sempre conta. E há sempre alguém que nos relembra. Principalmente aquele alguém com quem não temos mais conversa nenhuma para dar. E é o tempo que nos salva…De outro modo, o apresentador do telejornal ou o meteorologista da tv dão-nos conta do grau de depressão do dia seguinte ou, pelo contrário, do grau de satisfação. E, se cada vez mais velho, vou dando conta da dificuldade que isto é de me motivar em dias de chuva!E ainda vou rogando pragas interiores quando me dizem que é tão bom estar à lareira e a ver televisão…Pois, há tempo para tudo!Mas gosto sempre mais de ir ver o mar, de olhar o céu ou de cheirar o vento…Não sou obcecado pelo relógio…Tudo no seu tempo, não tenho pressa!Não vejo motivos para fazer planos, para dizer que vou fazer isto ou aquilo…E ainda dizem que o tempo nos troca as voltas!Claro! É o tempo que manda!É o relógio e o meteorologista da TV. Até esse se pode enganar e, por consequência, nos enganar a nós. Quantas vezes não pensamos num piquenique  e desistimos:”Vai chover!”.E desistimos…Por isso é que deixo tudo de prevenção…Para o caso de…até pode ser que dê bom tempo!

Read Full Post »

Ia por ir.

Caminhava ao sabor da corrente…Sem rumo a seguir, sem seguir meu instinto…Ia, por ir!Às vezes, é assim que me tomo sonhador…Sei que, em cada cais, há sempre um barco que chega de mais uma jornada, com muito para contar, sem ter ido de rota definida!Seguia, tão cúmplice dos meus pensamentos…sem apreciar as pedras que se isentavam do seu poder ou as folhas firmes das tileiras carregadas delas…No meu passo curto e melancólico, só olhava em frente, como que anestesiado das sensações vadias do que me rodeava!Ia, por ir!Nem me preocupava se voltava…Se os obstáculos me impediriam…Não há estrada que não tenha uma saída!Todas as carroças que passavam levavam seu feno para alimentar alguém…Os automóveis mais não deixavam que cheiro a combustível. E um ar mais espesso que custava a engolir…Não via montes ou pequenos declives. Havia pastagem que chegasse para a manada inteira…Mas com o sol que torrava…só a sombra não implicava!Os pequenos insectos iam fazendo figurões por tão  incomodativos serem!Não vislumbrava uma borboleta que me tirasse um sorriso!E ainda ia por ir…Mas tinha de recuperar meu fôlego. Sentei-me debaixo da tileira mais nua que encontrei. Era a que tinha mais sombra, mesmo assim.Todas as outras ficaram para trás…E não voltaria! Ia mais longo o regresso que a chegada!Mesmo não sabendo onde seria essa chegada.Ia por ir!Às vezes, é assim que me tomo sonhador!Ia tirando pedaços que me davam esse fôlego…Essa vontade de não voltar atrás…De saber que a cigarra, por muito que cantasse, ia sempre estar dependente de um minúsculo ser, trabalhador…E, vê-la, subindo a tileira, tão senhora de si, começando a cantar tão imperial, fez-me seguir…Ia por ir!Às vezes, é assim que me tomo sonhador!

Read Full Post »

Os governantes andaram a dizer que os professores nunca foram avaliados. Introduziram, então, nas escolas, um sistema de avaliação. Depois de tantas inversões de marcha em sucessivos anos…o governo actual concede que os mais experientes professores não necessitam de avaliação…Será que foram estes, os professores que foram progredindo na carreira sem serem avaliados? E o ministro diz que estes têm a experiência! Então só a experiência chega? Mesmo que boa ou má?Muito bem…Deixo a dúvida porque não entendo que se diga que os professores progrediram na carreira sem qualquer critério e agora se premeie os mesmos que progrediram sobre essa mesma falta de critério…Incompreensível, no mínimo!

Read Full Post »

Qual procura?

Uma população envelhecida, mulheres a adiarem a maternidade, filhos trintões a sairem mais tarde da casa dos pais e os censos que nos colocam há anos na barreira dos 10 milhões de habitantes…Mudou alguma coisa? Mudou sim…a procura nas matrículas do 1º ano…São tantas as crianças!!!Acredite quem quiser…seguir uma linha política tão desvirtuada da realidade deixa-me assim um sabor bem amargo…

Procura obriga a fazer turmas com mais alunos.

Read Full Post »

Ora digam lá…

…quem é que, nos últimos anos, tem sido prejudicado com as sucessivas derrapagens nas contas destas empresas do estado?

TAP agrava prejuízos para 137 milhões.

Read Full Post »

Já se esqueceram…

Eu sempre disse que não deixaria de criticar o que achasse que estivesse mal…Lembram-se desta página http://www.cortardespesas.com/ ? É do gabinete de estudos do PSD! Parece que o governo se esqueceu dela…Aumentar receita e não cortar despesa vai dar igualzinho aos tempos do PEC IV!!! Agora convençam-me de que estou errado…Mas ainda estou com margem mental para acreditar numa ligeira diferença na atitude de querer mudar. E também gosto que o debate se centre em questões primordiais e não em acessórias, desviando o assunto só porque sim…Muitas vezes, a argumentação no fim, para contrariar a minha,  até  que contraria a argumentação dada no início…É a minha opinião! Não me cansarei de o fazer, mesmo quando não agrada a alguns…

Read Full Post »

Older Posts »