Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2012

Vou aguardar para ver o aclamado documento (novo estatuto do aluno) aprovado em Conselho de Ministros pela equipa que andou longo tempo na oposição a acusar os outros que faziam tudo às escondidas…Estamos conversados, há coisas que a moralidade não consegue mudar…E os vícios de forma não são iguais aos vícios de conteúdo!Mas se têm uns e outros, não podemos esperar grande coisa de gente assim…Comentarei no devido tempo! Agora, deixo este lamento, de termos técnicos de secretária, sem a mínima noção da realidade a debitarem, de forma obsessiva, sem interrupções, as mais diversas leis e reformas, desprovidas de qualquer racionalidade! Uns e outros, tão iguais…É assim nesta tão jovem democracia, que os capitães de Abril não adivinhavam…Paciência ao povo que trabalha para enviar para os cofres do estado a simbólica quantia de 70% do seu rendimento anual!

70% do nosso dinheiro vai para impostos.

Bruxelas quer baixar salários e cortar no subsídio de desemprego.

Anúncios

Read Full Post »

Passado um ano de governação à moda Passos Coelho, serve o presente texto para desmistificar a ideia “Sou pela Merkel”, convencendo freneticamente que “Sou o dono de um povo fantástico! “…Claro que é mais fácil ter um povo fantástico a quem se pede sacrifícios, ter funcionários públicos amarrados ao colete de forças que se lhes foi imposto, nunca sugerido…É muito fácil dar palavras mansas, custe o que custar! Depende…A cultura PPP veio para ficar e, afinal, a coragem e a transparência, hoje, não passam de mitos! Como é um mito essa ideia peregrina de que se recupera um país abatendo o poder de compra, abatendo o emprego, não estimulando o investimento! Podem pedir propostas, à vontade…Calculo que os economistas não saibam, eles próprios a fórmula! Há sempre o contexto macroeconómico para justificar qualquer falha, qualquer conta mal feita ou que não acerta…Pedir a quem tem dinheiro para investir? Não que esses não querem correr riscos…Os únicos que se podem lançar, para o ditoso primeiro-ministro, são os desempregados que têm aqui uma nova oportunidade de mudar de vida, bem como os professores (não se fecham os cursos no ensino superior, nem se diz que o país já não pode formar mais) que devem emigrar se quiserem trabalhar…Caso contrário, já nem uma caixa de supermercado, nem para uns, nem para outros!Temos um país metido em causas secretas, a engalanar de um lado, a desertificar do outro, a dirigir-se rapidamente para o lodo, enquanto os responsáveis por isto tudo continuam fumando charutos e a frequentar restaurantes Michelin e hóteis 5 estrelas!

Read Full Post »